terça-feira, 27 de janeiro de 2015

WHAT'S UP?


Oi gente!
Sei que passei um bom tempo sem escrever nada aqui no blog, mas acho que com todas as séries para colocar em dia, e tantos livros que eu quero ler, que acabei não tendo muito tempo para postar aqui no blog.
E também teve o fato de que estive fazendo muito processo escrevendo o meu livro, e estava tão empolgada com o fato de que a minha inspiração estava de volta, que acabei não prestando muita atenção aqui.
Mas isso vai mudar em breve. Dia 03 do próximo mês, as minhas aulas voltam, e com isso todo o drama da escola também ressurgirá! Não comprei os meus materiais ainda, mas acho que quando comprar o meu caderno, vou postar várias fotos dele aqui pra vocês!
Uau, essas minhas férias podem ser facilmente resumidas com eu sentada em frente ao computador, fones de ouvido, muitas séries novas, muita música boa (Ed Sheeran, Taylor Swift, Walk The Moon...) que vocês vão ver na playlist.
Eu finalmente desapeguei daquela certa pessoa que me fazia sentir arrepios, estou me sentindo muito bem comigo mesma, com meu rosto, meu corpo, e tenho pensado bastante em cortar meu cabelo. Tenho pensado muito sobre o futuro também, viagens, morar sozinha - será que isso é muita coisa pra uma garota de 15 anos pensar?
Acho que não.
Ah, também tenho que dar um upgrade aqui no blog, deixar ele menos rosa, ou lilás, já que eu tenho ele por um tempinho já. Vou ver o que eu posso fazer.
Acho que nesse ano, eu quero construir uma imagem para mim, que diga quem eu sou exatamente, afinal, não é isso que todos querem?
Quero deixar o blog profissional, e não posso deixar de ter aquela pitada de medo sempre que penso nisso, e aí vem um diabinho me dizendo que vai dar tudo errado, que a minha vida não vai ser nada como eu quero que ela seja.
AAAAAAAAAAAAAAAAH!
Isso tem que ser o bastante por hoje!
Bye!

-S.C

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

15 anos, pizza, melissa & joey, glee, if i stay, little sister, enem


Dia 13 de janeiro. Meu aniversário.
Vamos apenas dizer que eu estava um pouco animada por finalmente fazer quinze anos, a metade da idade do sucesso. E não, não houve festa nenhuma. O que acontece é que dois anos atrás decidi que não queria uma festa de aniversário, sabe?
Sei que isso pode parecer um pouco louco, mas não me atraia a ideia de ter todos os meus parentes confinados em um só lugar, comendo e bebendo de graça sendo que não levaram presente nenhum, música alta soando por todo o lugar, e não é o tipo de música alta que eu gosto tipo Green Day ou Arctic Monkeys ou Bastille, é o tipo de música que as pessoas da minha região parecem achar que são as mais profundas e lindas canções de gente que foi traída.
Além do mais, eu teria que usar um vestido, salto alto, fazer milhares de coisas com o meu cabelo, maquiagem, posar para várias fotos com todo mundo, quero dizer, não é mais fácil deixar isso para o dia do meu casamento. Se bem que acho que nem no dia do meu casamento eu vou querer fazer tantas coisas assim.
Ao contrário de tudo isso que poderia ter acontecido, eu fiquei em casa com os meus pais, minhas irmãs, meus primos chatos, e o meu tio mulherengo.
Meu pai comprou duas pizzas de queijo e calabresa - minha favorita -, minha mãe foi a primeira a me desejar feliz aniversário, eu assisti Melissa & Joey - ainda na maratona -, e li e reli todos os desejos de aniversário que algumas pessoas me mandaram pelo facebook. Minha irmã chegou em casa da faculdade com o meu presente, o livro maravilhoso, If I Stay da Gayle Forman, acho que em breve - ou não tão breve assim - farei uma resenha sobre ele.
Ah sim! Glee voltou!! Vou dizer algumas poucas coisas sobre os dois episódios: adorei os novatos, em especial o primeiro que apareceu - esqueci o nome dele -, amei a voz dele; e odiei Blainofsky, qual o shipp mais nojento de todos os tempos? Blainofsky. ECA! ECA! ECA! MILHÕES DE VEZES ECA!!!!!!!! Eu só queria mandar esse shipp para algum buraco negro, e nunca mais ser capaz de ver aquilo de novo. Acho que essa minha reação vem do fato que eu sou uma Klainer, então não aceito de jeito algum que a relação deles tenha acabado. Eles são ENDGAME! Tipo Delena ou Olicity.
Eu notei algo no meu aniversário também. Talvez eu não passe muito tempo com a minha irmã mais nova, e não é porque eu não queira, mas sim porque na maior parte do tempo, ela está sendo uma garota muito teimosa, até para a idade dela.
Mas quando eu vi ela jogando Subway Surfs, eu notei que ela era somente uma garota, e como qualquer outra garota, ela está apenas tentando descobrir seu próprio caminho. O que - vamos admitir - não é fácil. E todo mundo sabe disso, incluindo eu, e bem, olhe para mim agora.
Mente aberta, amante dos livros e músicas, escrevendo no meu blog, muitos sonhos, rindo por razão alguma, tenho a melhor amiga do mundo, garotos apaixonados por mim, assistindo várias séries de comédia e filmes, e somente tentando viver facilmente nesse louco e f*ck*d mundo.
E eu não era nem um pouco tudo isso, mas eu mudei, e eu acredito que ela também vai mudar.
Bem, acho que é só isso. Pelo menos é tudo que eu consigo me lembrar.
Ah! ENEM! Vi as minhas notas ontem, e a minha nota na Redação foi um absurdo: 480! Só isso. As minhas maiores notas foram em Linguagens e Ciências Humanas. Segundo a minha irmã mais velha, se eu quiser passar para o curso que eu quero fazer na faculdade, o de Português/Inglês, eu vou ter que tirar cerca de 50 pontos a mais em todas elas.
F*CK! Minha vida não poderia ficar melhor. Depois do meu aniversário, esse foi um tremendo balde de água fria.
Agora sim, é tudo! TUDO!
Tchau, e até mais!
Smack! (isso foi muito brega?)

-S.C

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Resenha: A Mediadora - Reunião; Meg Cabot




Ok, três coisas que você precisa saber sobre a minha relação com esse livro:
1- Não gosto da capa.
2- Eu imaginei o personagem Michael como o Taylor John Williams do The Voice USA Season 7 (não pergunte o porquê)
3- Esse foi o primeiro de 'A Mediadora' que eu li impresso.

Agora vamos a resenha:
No terceiro livro de 'A Mediadora', Suzannah só quer aproveitar uns poucos dias de primavera com sua melhor amiga Gina que veio visitá-la de Nova York. Mas isso não é possível.
Por ser uma mediadora, Suzannah pode ver e falar com os fantasmas - até mesmo dar uns socos na cara quando eles merecem, mas ela também tem o dever de ajudá-los a 'encontrar a paz' e irem para qualquer que seja o lugar que eles vão.
Em um dia que tinha tudo para dar certo, quatro jovens vestidos em roupas de gala aparecem tentando roupar doze cervejas, e quando Suzannah percebe que ninguém mais os vê, ela nota que eles são fantasmas.
Logo Suzannah descobre que os adolescentes são conhecidos como os 'Anjos da RLS' e que morreram em um acidente do carro envolvendo o seu colega de classe, Michael Meducci.
E o resto, bem vocês vão ter que ler o livro pra saber.
Shippo muito o Jesse com a Suzie, mas ele é meio que um idiota e ela tá meio burra por não perceber que ele também gosta dela, mas esse é um problema que eu entendo, porque tipo, você pode até saber, mas você quer ouvir ele dizer.
Eu adoro como os livros da Mediadora podem ser leves, engraçados, românticos, e com aventura. É como você ir ao cinema, e comprar o pacote combo.
Bom, é isso gente! Espero que vocês tenham gostado!!
XOXO

-S.C 

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

arrow, torta de frango, tpm, young & hungry




Eu sou uma pessoa complicada com que se conviver. Especialmente, quando eu estou na tão bem conhecida TPM (tensão pré-menstrual).
Os ‘sinais’ vem em determinados momentos, e acho que tenho quase todos eles.
Uns dias antes de eu ficar ‘naqueles dias’, olha só os fatos que aconteceram comigo a partir do dia 31 de dezembro. Sim, eu me lembro disso.
- surgimento de espinhas
- mau humor
- irritabilidade
- calores
- estômago embrulhado
- e propensão a chorar
Só deixando aqui escrito que último item da lista aconteceu quando um certo personagem da série ‘Arrow’ morreu no último episódio. Não costumo chorar por causa dessas coisas, mas a TPM me pegou de jeito.
Eu nem sei se deveria estar escrevendo sobre isso no meu blog, mas que seja, essa foi a única coisa que eu pensei em postar sem ser algo muito sério.
Os meus primeiros dias do ano foram os melhores! Eu e a minha irmã ficamos assistindo ‘Arrow’ durante o dia todo! Bem, não exatamente o dia todo, vamos dizer que só parávamos para comer e dormir ás 4 horas da manhã!
Minha mãe fez torta de frango! Uma das cinquenta coisas sobre mim: eu AMO torta de frango. É simplesmente uma das melhores coisas que o mundo culinário já inventou na história do mundo culinário!
Falando em culinária, ontem comecei a assistir uma nova série que adicionei na minha grade: Young & Hungry.
A série não é uma das melhores que eu já assisti, mas é uma série de comédia que pode ser engraçada sem ser lerda, ou boba.
Bom, esses foram os meus primeiros dias do ano. Os melhores primeiros dias do ano que eu já tive! Acho que o ano de 2015 começou bem pra mim, não acham?
Beijos! Tchau!

-S.C

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Playlist: Dezembro 2014


2014 foi embora, mas com isso chega aqui no blog mais uma playlist! Como sempre, estão aqui as músicas que ficaram coladas na minha cabeça com cola permanente.

1. Stray Heart - Green Day


2. Bite Down - Bastille ft. Haim


3. Barton Hollow - The Civil Wars



4. Take Me Church - Matt McAndrew's Cover


5. Thinking Out Loud - Ed Sheeran


É isso então. E com essa música linda do Ed, lá vou escutar o álbum novo dele. Tchau gente! Muito mais músicas para vocês nesse ano!
Espero que escutem as músicas e gostem! Beijo!

-S.C
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...