sexta-feira, 27 de março de 2015

I’m a mess (PT. II)



É pedir muito por um momento de paz na minha casa ou fora dela. Porque vou te dizer que o único momento de paz que eu sinto é quando estou assistindo minhas séries, escutando minhas músicas, e escrevendo qualquer besteira que seja.



Tive uma ótima ideia para um livro um dia desses, e mal tive tempo para anotar três linhas de uma possível sinopse. Ainda bem que o propósito da história continua em minha mente.



Não há um dia em que não haja discussões na minha casa, até mesmo por algo sem importância alguma, como o fato de eu não ter ninguém que eu odeie ao ponto de não querer nem ouvir falar daquela pessoa.
Sim, minha irmã discutiu comigo por causa disso.



Ultimamente, descobri que um dos meus amigos está apaixonado por mim, e eu tentei ao máximo dizê-lo que eu só gostava dele como amigo, e de fato, falei isso para ele de quase toda maneira possível, mas a maneira como ele continua insistindo me esgota ao ponto de exaustão.



E ainda tem o fato de esse ano estar quase pior do que o ano passado.



Estou me sentindo presa, confusa, e um pouco sozinha. Por que isso está acontecendo comigo? O que eu fiz para merecer? A única coisa que eu queria esse ano era estudar na mesma sala que a minha melhor amiga, que meus amigos não se apaixonassem por mim, e que pudesse me livrar dos trabalhos para apresentar em voz alta, e é claro, entender Química. That b*tch.

É pedir mais? Eu acho que não.

-S.C

quarta-feira, 11 de março de 2015

I'm a mess


Então... eu sei que estive meio por fora ultimamente, mas é que, tem tanta coisa acontecendo na minha vida, que fiquei sem tempo até pra dormir.
Bom, começando por um assunto que acontece comigo quase que, não sei... sempre!
Meu amigo está apaixonado por mim. E eu não poderia estar mais cansada de ouvir a voz dele, de ver a cara dele, e simplesmente não suporto o toque insistente dele.
Sei que pode parecer insensível, mas é a pura verdade. Ele vive me dando indiretas na escola, e quando eu respondo algo bem direto como: 'Eu nunca namoraria você.' quando estou de mau humor e de saco cheio; e algo como: 'Cale a boca' quando simplesmente não quero conversa.
Mas você acha que ele para, NÃO!!! Já fez um mês que as aulas começaram, e desde então, não consigo me livrar dele. Estou quase indo para a diretoria pedir para me colocarem em outra sala, qualquer uma, só pra ficar longe dele. Mas acho que nós todos sabemos que isso não vai acontecer. Pelo menos, não esse ano.
O problema é que, o garoto que eu ainda gosto, e que está sempre na minha cabeça não está mais estudando na mesma escola que eu esse ano, e eu fiquei chateada, porque eu realmente gosto dele, apesar de ele ser um idiota ás vezes, ou sempre.
E agora, também tem esse garoto novo da minha sala que está se tornando meio que um amigo, e eu acho que uma meia que amiga minha está apaixonada por ele, e estou pedindo aos céus para ele não começar a gostar de mim também.
Bom, acho que vou postar alguma coisa mais tarde. Mas isso foi uma boa parte do que está acontecendo agora.
xoxo

-S.C
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...